Minimalismo: O Carinho dos Pais é o Melhor Brinquedo para as Crianças

Recentemente perguntei aos meus leitores qual a diferença entre dizer aos seus filhos “vai brincar” ou “vamos brincar”. Na primeira convencemos as crianças a irem brincar, pois estamos demasiado ocupadas enquanto mães a limpar a casa, a fazer o almoço ou a tentar trabalhar. Na segunda opção dizemos “vamos brincar” – neste caso, está tudo orientado; a casa não está desarrumada, a cozinha já está limpa e o trabalho está organizado e temos a consciência que passar tempo com os filhos é uma prioridade.É impossível esta segunda realidade? Não!

Apresento-vos o minimalismo, a ferramenta que me acompanha e que será o tema principal das minhas partilhas aqui na Rebento.Minimalismo significa viver com o essencial, removendo tudo o que não acrescenta valor à nossa vida. Deste modo, optamos por um estilo de vida intencional, na qual o que escolhemos manter tem um significado. Quantas vezes já ouviste a expressão “menos é mais”? Visualiza estas duas situações:

  1. Quando decidimos ter menos coisas em casa, gastamos menos tempo a fazer a manutenção, seja arrumar, cuidar, limpar o pó, substituir, etc. Ganhamos tempo e espaço para brincar com os filhos, fazer exercício e acabamos por nos sentir mais leves e inspiradas!
  2. Quando dizemos “não” a compromissos e tarefas que não são importantes na nossa vida, ganhamos tempo para aquilo que realmente importa. Temos menos stress e ansiedade por não andarmos de um lado para o outro cheias de preocupação. Temos mais satisfação por nos sentirmos de consciência tranquila com as nossas vontades.

A consequência destes cenários é um seio familiar com mais amor, dedicação e alegria. As crianças tornam-se também elas mais calmas, sem estarem constantemente desesperadas por atenção ou coladas todo o dia aos seus eletrónicos devido à solidão e à falta de presença dos pais.

Em cada um destes dois casos, o minimalismo ajuda a parar de ter e de fazer coisas que não nos interessam, para passar a dar atenção para aquelas que realmente importam.Então, se soubesses que o teu filho ficará muito doente amanhã, o que farias hoje? Com certeza que te arrependerias de não passar mais tempo com ele. Para quê esperar? Desapega, destralha, remove o que não é prioridade!As crianças não precisam de mais coisas. O melhor brinquedo que uma criança pode ter é o pai ou a mãe deitar-se no chão e brincar com ela.Para te ajudar a pensar e definir objetivos, segue uma lista para te ajudar. Escolhe uma das três opções (se quiser pode escolher mais) e trabalha para um quotidiano mais feliz!Objetivo:
a) Passar mais tempo com o(s) meu(s) filho(s)
b) Proporcionar mais vivências com a família unida
c) Conversar e brincar mais com o(s) meu(s) filho(s)

Duração:
a) sempre
b) todos os dias da minha vida
c) 24 horas por dia, 7 dias por semana

Disponibilidade:
a) após acordar
b) após as aulas
c) antes de deitar

Motivo:
a) amo os meus filhos
b) os meus filhos são o mais importante na minha vida
c) os meus filhos são tudo para mimO que me proponho a fazer:
a) Simplificar a minha casa, removendo objetos e mobília que não preciso
b) Dizer não a compromissos e a tarefas não importantes
c) Conhecer um pouco melhor o projeto Master of Simplicity para adquirir mais ideias minimalistas

Resultado:
a) ouvir mais: todos os dias conversar com os meus filhos e perguntar como foi o dia, o que fizeram, o que mais gostaram, o que não correu tão bem, etc
b) brincar mais: todos os dias passar um momento de qualidade com eles, a brincar, a rir e a fazer uma atividade em conjunto
c) abraçar mais: todos os dias dizer-lhes que os amo, dar-lhes o meu abraço e o meu calor, e envolvê-los carinhosamente.

Reflexão e análise sobre o plano:
a) todos os domingos
b) aso sábados, quinzenalmente
c) no último dia de cada mêsDesejas saber mais sobre os próximos passos no minimalismo? Fica atenta aos próximos artigos no blog da Rebento!

Fátima Teixeira, fundadora da Revista e Projeto Master of Simplicity e Coach de Minimalismo

1 Comentário

  1. […] Minimalismo: O Carinho dos Pais é o Melhor Brinquedo para as Crianças […]

Comentários estão fechados.